Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

observatorio74


Quinta-feira, 03.05.12

Samba o dia todo.


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com

Uma mega playlist com 80 clássicos do samba.
Vale a pena aumentar o som e deixar tocando para relembrar sambas antigos e tantos famosos...

Autoria e outros dados (tags, etc)

por observatorio74 às 09:12

Sexta-feira, 27.04.12

Os Grandes Sambistas - Candeia


MusicPlaylistView Profile
Create a MySpace Music Playlist at MixPod.com

Antônio Candeia Filho, 17/8/35 - 16/11/78.

Filho de sambista, o menino Candeia até poderia guardar mágoa do samba. Em seus aniversários, ele contava com certa tristeza, não havia bolo, velinha, essas coisas de criança. A festa era mesmo com feijoada, limão e muito partido-alto. No Natal, a situação se repetia.

Seu pai, tipógrafo e flautista, foi, segundo alguns, o criador das Comissões de Frente das escolas de samba. Passava os domingos cantando com os amigos debaixo das amendoeiras do bairro de Oswaldo Cruz. Assim, nascido em casa de bamba, o garoto já freqüentava as rodas onde conheceria Zé com Fome, Luperce Miranda, Claudionor Cruz e outros. Com o tempo, aprendeu violão e cavaquinho, começou a jogar capoeira e a freqüentar terreiros de candomblé. 

Estava se forjando ali o líder que mais tarde seria um dos maiores defensores da cultura afro-brasileira. Arte negra era com ele mesmo.
Compôs em 1953 seu primeiro enredo, Seis Datas Magnas, com Altair Prego: foi quando a Portela realizou a façanha inédita de obter nota máxima em todos os quesitos do desfile (total 400 pontos).

No início dos anos 60, dirigiu o conjunto Mensageiros do Samba. Em 61, entrou para a polícia. Tinha fama de truculento e suas atitudes começaram a causar ressentimentos entre seus antigos companheiros.

Provavelmente, não imaginava que começava a se abrir caminho para a tragédia que mudaria sua vida. Diz-se que, ao esbofetear uma prostituta, ela rogou-lhe uma praga; na noite seguinte, ao sair atirando do carro num acidente de trânsito, levou um tiro na espinha que paralisou para sempre suas pernas.

Sua vida e sua obra se transformaram completamente. Em seus sambas, podemos assistir seu doloroso e sereno diálogo com a deficiência e com a morte pressentida: Pintura sem Arte, Peso dos Anos, Anjo Moreno e Eterna Paz são só alguns exemplos. Recolheu-se em sua casa; não recebia praticamente ninguém. Foi um custo para os amigos como Martinho da Vila e Bibi Ferreira trazê-lo de volta. De qualquer maneira, meu amor, eu canto, diria ele depois num dos versos que marcaram seu reencontro com a vida.

O couro voltou a comer nos pagodes do fundo de quintal de Candeia que comandava tudo de seu trono de rei, a cadeira que nunca mais abandonaria.
No curto reinado que lhe restava, dono de uma personalidade rica e forte, Candeia foi líder carismático, afinado com as amarguras e aspirações de seu povo. Fiel à sua vocação de sambista, cantou sua luta em músicas como Dia de Graça e Minha Gente do Morro. Coerente com seus ideais, em dezembro de 75 fundou a Escola de Samba Quilombo, que deveria carregar a bandeira do samba autêntico. O documento que delineava os objetivos de sua nova escola dizia: Escola de Samba é povo na sua manifestação mais autêntica! Quando o samba se submete a influências externas, a escola de samba deixa de representar a cultura de nosso povo.

No mesmo ano de 75, Candeia compunha seu impressionante Testamento de Partideiro, onde dizia: Quem rezar por mim que o faça sambando.
Em 78, ano de sua morte, gravou Axé um dos mais importantes discos da história do Samba. Ainda viu publicado seu livro escrito juntamente com Isnard: Escola de Samba, Árvore que Perdeu a Raiz.










Discografia

(1998) Eterna chama/Candeia • Perfil Musical • CD
(1997) Candeia, Aniceto do Império, Mestre Marçal e Velha-Guarda da Portela • Funarte/Atração Fonográfica • CD
(1997) Raiz - Filosofia do samba • Copacabana Discos • CD
(1997) Candeia - Samba da antiga • Copacabana Discos • CD
(1993) Mestre da MPB - Candeia • Warner Music • CD
(1988) Candeia • Funarte • LP
(1978) Axé! Gente amiga do samba • Atlantic/WEA • LP
(1978) Candeia e Elton Medeiros. Coleção Nova História da Música Popular Brasileira • Abril Cultural
(1977) Luz da inspiração • Atlantic/WEA • LP
(1977) Partido em 5 volume 3 • Tapecar • LP
(1977) Quatro grandes do samba (c/ Elton Medeiros, Guilherme de Brito e Nelson Cavaquinho) • RCA Victor • LP
(1975) Samba de roda • Tapecar • LP
(1975) Partido em 5 volume 1 • Tapecar • LP
(1975) Partido em 5 volume 2 • Tapecar • LP
(1971) Raiz • Gravadora Equipe • LP
(1970) Autêntico - Candeia • Gravadora Equipe • LP
(1964) Mensageiros do Samba • Gravadora Philips • LP



Fontes:



Autoria e outros dados (tags, etc)

por observatorio74 às 08:54

Sexta-feira, 30.03.12

Candeia ( Minhas Madrugadas )

A Poesia do Candeia me impressiona verdadeiramente.


Autoria e outros dados (tags, etc)

por observatorio74 às 00:54

Quinta-feira, 29.03.12

Candeia ( Nova escola )

Salve Mestre Candeia e seus lindos sambas.
Adoro esse samba,
canto com os pés no chão, com o coração...
Canta meu Povo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por observatorio74 às 19:55

Sexta-feira, 23.03.12

Candeia - Testamento do Partideiro



Começou o dia.
Testamento de Partideiro.
Mesmo que hoje em dia eu não gostasse de samba, tenho certeza que passaria a gostar
depois de assitir esse trecho de Documentário, pela perfeição, pela poesia, versos, sonoridade,
cadencia, ritmo, astral, ambiente.
Tudo perfeito.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por observatorio74 às 09:12


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Posts mais comentados